O que você sabe sobre Pré-História e Antiguidade Oriental?

6 de fevereiro de 2017

145
compartilhamentos

O ensino de História do 6º ano do Fundamental tradicionalmente se inicia com uma explicação sobre a ciência da História e o trabalhador do historiador. Segue-se a Pré-História (incluindo a América e o Brasil), a Antiguidade Oriental (Egito, Mesopotâmia, Fenícia, Palestina e Pérsia) finalizando com Grécia e Roma.

É um programa extenso e, para dar conta dele, o professor precisa recortar temas e selecionar tópicos essenciais. Pré-História e Antiguidade Oriental são retomados no 1º ano do Ensino Médio mas de forma ainda mais breve pois o calendário escolar dispõe de menos aulas. Por isso o quiz se concentrou nos conteúdos mais abordados em sala de aula servindo, dessa forma, como ferramenta de revisão e reforço da matéria.

O que você sabe sobre Pré-História e Antiguidade Oriental?

São 15 perguntas objetivas com três alternativas cada, destacando os temas mais importantes desses períodos históricos. Veja, ao final, qual foi a sua pontuação e classificação.

Compartilhe esse quiz para mostrar seus resultados !


Apenas nos diga quem você é para ver o resultado!

Pré-História e Antiguidade Oriental Você acertou %%score%% de %%total%% perguntas
0%

Para compartilhar, copie e cole o link na sua rede social.

Discutindo os conceitos

A Pré-História é o período mais longo da História pois abrange os tempos remotos desde a origem do homem há 2,5 milhões de anos, considerando o Homo habilis, o primeiro hominídeo do gênero Homo. Seu término é tradicionalmente marcado pelo aparecimento da escrita, cerca de 3000 a.C., quando então, começa a História.

Essa conceituação de Pré-História é aceita com reservas pelos pesquisadores. Em primeiro lugar, Pré-História não significa um período sem História ou fora da História. Em segundo, a escrita não é um critério absoluto para uma sociedade deixar de ser pré-histórica. Existiram civilizações grandiosas como a dos Incas, que não tiveram escrita.

Da mesma forma, costuma-se caracterizar as sociedades pré-históricas por suas carências, isto é, pelo que elas não têm : sociedades sem Estado, sem tecnologia, sem escrita, com economia de subsistência, sem produção de excedentes e, portanto, sem mercado. É a visão preconceituosa da cultura de nosso tempo sobre o passado mais distante.

O conceito de Antiguidade padece de semelhante distorção. A Antiguidade é tradicionalmente delimitada pela origem da escrita e a queda do Império Romano. Essa Idade teria tido seu início no Oriente Próximo (Antiguidade Oriental), entendido como o Egito, Mesopotâmia, Fenícia, Palestina, Pérsia e o Egeu. Atinge seu auge com a Antiguidade Clássica constituída pela Grécia e Roma. Tais marcos são resultado de uma visão etnocêntrica por excelência, estabelecida pela historiografia tradicional que excluiu da Antiguidade outras sociedades como as da América, da Ásia e da África para além do Egito.

Compartilhe

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
BG Borges de Garuva
BG Borges de Garuva
3 anos atrás

Joelza, tenho me deparado com tantos questionamentos acerca do uso desse termo — pré-história —, pois tudo o que se refere aos humanos é, afinal, História. Entende-se que a justificação tradicional para a utilização do termo é a separação entre os períodos antes e depois da invenção da escrita. Mas, como ocorreu com numerosos outros conceitos, não seria já tempo de este também ser revisto, pois não há indícios suficientes de que o termo pré-história atirou toda a humanidade anterior à escrita na vala comum de uma etapa quase pré-humana?

Joelza Ester
Joelza Ester
3 anos atrás

Sim, você está certo. O conceito é polêmico por induzir à falsa de ideia de um período “sem” História, por usar a escrita como marco e ainda por ser caracterizado pela ausência de elementos “civilizatórios” (Estado, vida urbana, religião hierarquizada, hierarquia social, metalurgia etc.). Fiz um breve comentário no artigo sobre isso. Esgotada essa discussão resta perguntar: como chamar esse período, então? Que conceito usar ou criar para ele? Essa é uma tarefa dos historiadores e dos teóricos que, me parecem, na falta de outro conceito, continuam escrevendo e pesquisando sobre a ´”Pré-História”. Vc tem uma sugestão para sair dessa… Read more »

BG Borges de Garuva
BG Borges de Garuva
3 anos atrás
Reply to  Joelza Ester

Ainda não tenho uma proposta. Mas, vou continuar pesquisando. Creio que já devem existir propostas feitas por historiadores. Só precisamos topar com elas. 🙂

Joelza Ester
Joelza Ester
3 anos atrás

Se tiver uma pista, compartilhe! Abraço.

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: