Resultados

Negros conquistam o direito de voto, Estados Unidos

06 de agosto de 1965

1
compartilhamentos

Em 6 de agosto de 1965, o presidente Lyndon Johnson, dos Estados Unidos, assinou a Lei dos Direitos de Voto (Voting Rights Act) que proibiu a discriminação racial no processo eleitoral, decorrentes da segregação racial dos Estados Unidos. A lei que assegurou o direito de voto para os negros foi resultado do movimento dos direitos civis. O Congresso posteriormente alterou a lei cinco vezes para expandir suas proteções.

O impacto da lei foi imediato e manteve-se nos anos seguintes. Em 1965, quase 250 mil afro-americanos foram registrados como eleitores. Entre 1965 e 1985, o número de afro-americanos eleitos como deputados estaduais aumentou de 3 para 176 somente nos estados sulistas, os mais discriminatórios.

Alterou-se, também, o domínio político dos conservadores e liberais. Entre 1890 e 1965, a privação de direitos das minorias permitiu que os democratas sulistas conservadores dominassem a política sulista. Depois que o presidente democrata Lyndon Johnson assinou a lei, minorias raciais recém emancipadas começaram a votar em candidatos democratas liberais em todo o sul, e os conservadores brancos do sul começaram a trocar o registro do partido de democrata para republicano em massa

Saiba mais

Abertura

  • O presidente Lyndon Johnson, o reverendo Martin Luther King e Rosa Parks durante a assinatura da Lei dos Direitos de Voto, 1965.

Compartilhe

Navegue pela História

Selecione o mês para conhecer os fatos históricos ocorridos ao longo do tempo.

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: