Incêndio do Reichstag fortalece o nazismo

27 de fevereiro de 1933

0
compartilhamentos

Na noite do dia 27 de fevereiro de 1933, em Berlim, o Reichstag, sede do parlamento alemão, pegou fogo. Um homem foi preso no prédio em chamas, Marinus van der Lubbe, acusado do crime. Sua suposta filiação ao partido comunista foi o pretexto para Adolf Hitler ordenar a prisão dos membros do Partido Comunista Alemão alegando que havia uma conspiração comunista para a tomada do poder na Alemanha.

No dia seguinte, Hitler consegue a aprovação de um decreto “para a proteção do povo e do Estado” que suspende as liberdades civis e dá poderes excepcionais à polícia para prender suspeitos, pondo fim à democracia.

O incêndio do Reichstag foi o pretexto para o governo nazista eliminar opositores e se fortalecer no poder.

Saiba mais

 

 

Compartilhe

Navegue pela História

Selecione o mês para conhecer os fatos históricos ocorridos ao longo do tempo.

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: