Criada a Impressão Régia

13 de maio de 1808

30
compartilhamentos

Em 13 de maio de 1808, era criada a Impressão Régia. Até então, era proibido imprimir qualquer livro ou papel no Brasil e as duas oficinas tipográficas precursoras – de Recife, em 1706, e do Rio de Janeiro, em 1747 – foram fechadas e seu equipamento apreendido.

Com a transferência da corte portuguesa para o Brasil, novas necessidades se impuseram entre elas a instalação de uma oficina tipográfica que divulgasse as medidas do governo: atos legislativos, papeis diplomáticos e de repartições do serviço real – que constituíram a principal função da Impressão Régia. O decreto previa, também, a impressão de obras que ajudassem a divulgar a imagem da própria monarquia.

A existência da imprensa não significou, contudo, liberdade para imprimir. Em setembro de 1808 foram nomeados os primeiros censores régios que verificavam se o manuscrito não atentasse à moral, à religião e ao governo. A censura abrangia também obras importadas: nenhuma poderia ser retirada ou despachada das alfândegas brasileiras sem a devida licença.

A censura se manteve até 1821, quando D. Pedro decretou sua suspensão e também liberou o funcionamento de tipografias particulares.

A Impressão Régia publicou obras de Medicina, História, Direito e Teologia. A abertura dos portos influenciou a publicação de títulos de economia política como a obra Observações sobre o comércio franco, de José da Silva Lisboa, em 1808, o primeiro livro impresso na oficina, e, em 1811, a tradução de A riqueza das nações, em uma versão abreviada feita por Bento da Silva Lisboa.

Foram impressos, também, manuais de ensino de inspiração francesa para diversas matérias, como matemática, física e química, além de dicionários, gramáticas e retórica.

Dos prelos da Impressão Régia saiu o primeiro jornal impresso no Brasil, A Gazeta do Rio de Janeiro, em 10 de setembro de 1810.

O nome da Impressão Régia sofreu sucessivas alterações acompanhando os acontecimentos políticos que afetaram o Brasil. Ela foi batizada de:

  • Regia Officina Typographica, em 1815.
  • Typographia Real, em 1818.
  • Typographia Régia, em 1820.
  • Typographia (ou Imprensa) Nacional, em 1821.
  • Typographia Nacional e Imperial, em 1826.
  • Typographia Nacional, em 1830.
  • Imprensa Nacional, em 1885.

 

Fonte

  • NEVES, Lúcia Maria Bastos Pereira das; GARCIA, Lúcia Maria Cruz. “Impressão Régia”. In: VAINFAS, Ronaldo; NEVES, Lúcia Maria Bastos Pereira das (orgs.). Dicionário do Brasil Joanino, 1808-1821. Rio de Janeiro, 2008.

Saiba mais

Abertura

  • Gazeta do Rio de Janeiro, n. 1, de 10 de setembro de 1808, impresso pela Impressão Régia e o primeiro jornal impresso no Brasil.

Compartilhe

Navegue pela História

Selecione o mês para conhecer os fatos históricos ocorridos ao longo do tempo.

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: