Assassinato de John Kennedy

22 de novembro de 1963

1
compartilhamentos

Em 22 de novembro de 1963, John F. Kennedy, presidente dos Estados Unidos, sentado no banco de trás de sua limousine aberta, foi atingido por duas balas, no momento que o veículo passava por um uma avenida em Dallas, Texas. Na frente do carro, estavam dois agentes encarregados de sua segurança. Ao seu lado, a primeira-dama, Jacqueline Kennedy, e o governador do Texas, John Connally.

O presidente morreu a caminho do hospital. Sua morte provocou imensa emoção no mundo. A viagem a Dallas, uma cidade de tradição sulista tinha a intenção de conciliar a população mais conservadora, hostil à sua política de integração racial.

O principal suspeito foi logo identificado – Lee Harvey Oswald – e preso pela polícia. Ele foi formalmente acusado em 23/11 e no dia seguinte, no momento que era levado pela polícia para outra cela, saiu do meio da multidão Jack Ruby e, em frente às câmaras de televisão, matou Oswaldo com um tiro. Ele morreu antes de comunicar seus motivos à polícia. Seu assassino foi preso e condenado à morte, mas antes de ser executado morreu de câncer de pulmão em um hospital em Dallas.

Abertura

John Kennedy e Jacqueline Kennedy em carro aberto poucos minutos antes do presidente ser assassinado.

Compartilhe

Navegue pela História

Selecione o mês para conhecer os fatos históricos ocorridos ao longo do tempo.

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: