“Anschluss”: anexação da Áustria pela Alemanha

12 de março de 1938

77
compartilhamentos

Em 12 de março de 1938, durante a madrugada, o exército alemão atravessou os postos da fronteira austríaca. Sem disparar um único tiro, a Alemanha anexou a Áustria considerada como terra de “arianos”.

Seus 7  milhões de habitantes falavam alemão, embora muitos, especialmente em Viena, a capital, vinham de várias comunidades do antigo império: húngaros, eslavos, italianos, judeus orientais…

Dois dias depois, Hitler proclamou oficialmente o Anschlus (anexação) em um palanque erguido em frente do Hofburg, o palácio imperial de Viena. Assim que entram no país, os alemães nazistas fazem prisões massivas contra os opositores.

Em 10 de abril, o Anschluss foi aprovado por um referendo que recebeu mais de 99% de votos favoráveis entre os austríacos.

Multidão saúda Hitler depois do Anschluss, março 1938

Os austríacos, impulsionados pelo antissemitismo mais antigo do que o alemão, foram particularmente zelosos na perseguição aos 190 mil judeus do país. Assim que o Anschluss foi consumado, os judeus de Viena foram forçados a limpar as calçadas e apagar as inscrições antinazistas. As perseguições rapidamente superaram em violência as anteriormente conhecidas pelo “velho” Reich.

Judeus ricos financiaram a emigração de seus correligionários pobres. A operação resultou na emigração de 50.000 judeus austríacos em poucas semanas. Em dezoito meses, 150.000 emigraram, ou 60% dos judeus austríacos.

judeus obrigados a lavar as ruas

Cena de humilhação em Viena: os judeus foram obrigados a lavar as calçadas para apagar as marcas antinazistas.

Saiba mais

Abertura

  • Soldados austríacos da fronteira retiram a cancela para liberar a passagem das tropas alemães, 12 de março de 1938.

Compartilhe

Navegue pela História

Selecione o mês para conhecer os fatos históricos ocorridos ao longo do tempo.

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: