Escrita científica: dicas para escrever seu TCC, artigo ou monografia

17 de julho de 2018

231
compartilhamentos

A produção de um trabalho científico para muitos alunos é um desafio assustador: normas para seguir, rigor da linguagem, discussão teórica, definição metodológica, apresentação de novas ideias, conceitos ou interpretações… Vamos ajudar nessa tarefa, apresentando dicas desde a escolha do tema até a elaboração final do trabalho.

O artigo científico é uma produção textual feita a partir de uma pesquisa científica que apresenta e discute ideias, métodos, técnicas, processos e resultados em diversas áreas.  Trata-se de um texto objetivo e claro, com uma linguagem explicativa, de caráter formal e que seja compreendida por qualquer membro do grupo ao qual se destina.

Não há um número de páginas mínimo ou máximo para um trabalho científico, compete a seu orientador lhe esclarecer qual é o padrão na instituição que você se vincula. Como referência geral, pode-se dizer que um artigo científico tem entre 8 e 15 páginas, um TCC entre 30 e 45 páginas, uma monografia de mestrado por volta de 150 páginas.

Como escolher o tema?

A pesquisa científica exige atenção e dedicação e vai tomar quase todo seu tempo (inclusive finais de semana e feriados!). É, também, um trabalho solitário, talvez você só tenha seu orientador para compartilhar suas ideias, avanços e recuos. Então, escolha um tema que você goste, que tenha afinidade com ele.

Considere duas coisas essenciais para definir seu tema: 1) a proximidade que você tem com ele, isto é, seu conhecimento prévio a respeito; 2) o acesso a fontes e materiais para desenvolver o tema inclusive se você domina o(s) idioma(s) da bibliografia e das fontes.

As leituras iniciais

Escolhido o tema, o passo seguinte, é começar as leituras. Nessa fase, são leituras amplas , ainda não detalhadas nem profundadas que servem para lhe mostrar o cenário teórico que você vai lidar, uma espécie de aquecimento intelectual. Leia e releia tudo o que puder reunir e esteja vinculado ao tema escolhido.

Abra uma pasta, no computador, de “leituras preliminares”: transcreva frases ou parágrafos que lhe pareçam importantes ou inspiradores, indique os créditos completos dessas leituras (autor, título, tradução, edição, cidade, editora, ano e página). Acredite: esse cuidado inicial vai lhe poupar um tempo enorme no final de seu trabalho.

O objetivo do trabalho

Feitas as leituras gerais, comece a pensar no problema da pesquisa, isto é, a pergunta que vai nortear e organizar toda sua pesquisa. Essa pergunta é fundamental para elaborar o artigo acadêmico pois é ela que define o objetivo da pesquisa ou artigo.

O problema da pesquisa aparece no resumo e na introdução do artigo sob a seguinte forma: “este artigo tem por finalidade apresentar/ comparar / descrever tal coisa”, ou “o presente artigo tem por objetivo discutir / compreender / identificar tal coisa”. O verbo no infinitivo indica qual é a ação empreendida na pesquisa.

Pergunta-chave do objetivo: O que eu quero pesquisar? O que eu quero responder no fim do meu artigo?

A estrutura do trabalho científico

Enumeramos a seguir os 12 itens essenciais de um trabalho científico.

1. TÍTULO

Deve descrever claramente o conteúdo ou conceito principal do artigo, de forma simples e concisa. O título deve ser autoexplicativo. Evite expressões como “um estudo de”, “uma pesquisa sobre”. Não use abreviações e siglas. Tamanho recomendado: não mais do que 13 palavras

2. AUTORIA

Deve indicar nome/instituição/e-mail. No caso de mais de um autor, é aconselhável que haja um acordo prévio quanto à posição de autorias. Autor é aquele que participa suficientemente do trabalho para tornar pública a sua responsabilidade pelo conteúdo. É aquele que contribuiu substancialmente para a concepção e planejamento ou análise e interpretação dos dados. É aquele que participou da aprovação da versão final do artigo.

3. RESUMO

A finalidade do resumo é permitir aos leitores conhecer o teor do trabalho sem precisar recorrer à sua leitura integral. Serve, também para classificar e disponibilizar o conteúdo pelas diversas publicações e mecanismos indexadores. Por isso, o resumo deve ser informativo e objetivo. Ele contém uma introdução ao problema, objetivos, método e principais resultados ou conclusões. Elimine o que não for essencial. Cuidado com a tradução para o inglês ao usar os tradutores automáticos. Verifique se a tradução faz sentido. Tamanho recomendado para o resumo: de 250 a 350 palavras (a maioria das publicações científicas limita o resumo a 250 palavras).

4. PALAVRAS-CHAVE

Palavras-chave ou descritores são as palavras que melhor representam o conteúdo do artigo. Facilitam a recuperação do seu trabalho e dão visibilidade ao artigo. Escolha as palavras-chave com critério: elas devem ser adequadas ao tema. Quantas são necessárias? Depende da abrangência do artigo, em geral de 3 a 5 são suficientes. Elas devem estar separadas por ponto e vírgula (;).

5. INTRODUÇÃO

É aqui que começa o seu texto científico, propriamente dito. A introdução é a apresentação do seu trabalho onde você apresenta o tema, o problema, o objetivo e fornece a justificativa da escolha do tema. A justificativa fica mais convincente se estiver baseada em autores da área. Ela indica a relevância prática e intelectual da pesquisa. O(s) objetivo(s) esclarece(m) qual é a meta da pesquisa e indica(m) o que se pretende alcançar ao final da investigação, isto é, o que a pesquisa busca compreender, identificar, caracterizar, descrever, relacionar, comparar etc.

A introdução é o momento para convencer o leitor de que o artigo/pesquisa é importante, merece ser lido, traz uma contribuição para ciência, para o campo de conhecimento que diz respeito. É recomendável que a introdução apresente, de forma breve, a metodologia empregada no estudo. Não precisa ser detalhada pois haverá um capítulo ou tópico especial para isso. A introdução deve ser redigida em texto único, sem tópicos ou subitens.

Finalize a introdução apresentando o sumário do artigo/pesquisa, isto é, descreva os capítulos ou seções que compõe seu trabalho indicando títulos e fazendo uma breve descrição de cada um.

Perguntas-chave da introdução: do que se trata o estudo? Por que a investigação foi feita? O que se sabia, até então, sobre o assunto? Qual o referencial teórico utilizado? O seu trabalho preenche alguma lacuna no conhecimento existente sobre esse tema?

6. REVISÃO DA LITERATURA

Trata-se da fundamentação teórica do artigo/pesquisa. Não é um resumo de cada artigo que você leu, nem um recorte de vários autores, mas sim a análise crítica de diferentes autores e a relação deles com o seu trabalho.

A revisão de literatura deve anteceder a pesquisa pois é a referência teórica que norteará todo trabalho. É ela que dirige o olhar do pesquisador sob uma perspectiva científica, que indica o tipo de material a ser coletado e dá o embasamento para pensar o objeto de estudo.

É recomendável apresentar obras clássicas – aquelas historicamente reconhecidas como as mais importantes da literatura acadêmica–, e obras contemporâneas que indiquem o que se está pensando atualmente sobre o seu tema.  Aponte os fatos ou ideias relevantes de cada obra para a sua pesquisa.  Explicite como a sua pesquisa se distingue dos autores consultados.

É importante apresentar e discutir os conceitos que foram mobilizados na pesquisa. É nessa seção, também, que são apresentados os argumentos extraídos ou inspirados pelos autores analisados para a pesquisa.

7. METODOLOGIA

O objetivo dessa seção é explicar como você desenvolveu a pesquisa, que caminhos seguiu para atingir seus objetivos e quais foram as fontes consultadas. Deve descrever o tipo de investigação realizada, os recursos necessários e os métodos empregados para coletar, registrar a avaliar as informações. A metodologia contempla os seguintes itens: local e condições da pesquisa, delineamento e tratamento das fontes, variáveis e análise estatística (se for o caso).

Pergunta-chave da metodologia: como a investigação foi realizada?

8. DESENVOLVIMENTO

É a parte principal de seu trabalho, onde são apresentados os resultados obtidos com a pesquisa e as discussões suscitadas por ele. Faça uma exposição ordenada do assunto abordado, divida em capítulos (tópicos) e dê nome a eles. Sendo uma pesquisa na área de Ciências Humanas, o desenvolvimento deve apresentar conceitos, definições, características, descrições, relações, causas e resultados. Há trabalhos que incluem uma pesquisa de campo ou um estudo de caso – se for o caso, inclua um capítulo a respeito e relate a sua experiência informando a metodologia usada para essa etapa da pesquisa.

 Perguntas-chave do desenvolvimento: O que foi encontrado? Quais os fatos revelados pela investigação?

9. CONCLUSÃO

Ela deve responder à pergunta de sua pesquisa. A conclusão destaca os resultados obtidos, resume os principais pontos do seu trabalho. Uma sugestão para uma boa conclusão é seguir as seguintes etapas:

  1. Retome os objetivos da pesquisa e relembre o seu leitor de que você os atingiu, conforme demonstrado no desenvolvimento do artigo;
  2. Faça uma breve síntese dos resultados.
  3. Apresente a contribuição do seu estudo (deve estar relacionada à justificativa apresentada na introdução).

Evite mencionar autores, afinal a conclusão é sua. Nunca introduza qualquer informação nova na sua conclusão. Pode incluir recomendações ou sugestões para outras pesquisas na área. Se os resultados não forem conclusivos, isto deve ser apontado. Se o artigo é uma revisão ou resenha, é recomendável usar a expressão “considerações finais” no lugar de conclusão.

Perguntas-chave da conclusão: O que significam os achados apresentados? O que este estudo acrescenta ao que já se sabia sobre o assunto?

10. REFERÊNCIAS E CITAÇÕES

Sempre cite a fonte se a ideia não for sua. Dê créditos a todas as citações feitas no trabalho. Deve-se adotar o padrão ABNT para citações e referências. Elas são apresentadas, preferencialmente, em ordem alfabética. Tenha certeza que suas referências estejam atualizadas. Utilize um software de gerenciamento de referências. Isso vai otimizar o seu tempo.

Muito cuidado com o uso do apud. Essa expressão latina (“citado por”) é usada para indicar uma frase ou um fragmento que você não leu, isto é, não acessou diretamente, mas que foi citado por outro autor. Trata-se, portanto, de uma citação da citação. O uso exagerado do apud (3 ou mais) revela preguiça e falta de empenho do pesquisador, e certamente será questionado pelos examinadores: você tem certeza que esse autor escreveu isso? Que tradução foi usada? Em que contexto foi afirmado isso? Houve cortes que pudessem distorcer o pensamento desse autor? Você não saberá responder, e seu trabalho pode perder credibilidade.

Só use o apud em situações pontuais, por exemplo, no caso de um idioma obscuro ou do livro estar fora de catálogo. No caso do apud ser imprescindível, você deve citar as duas fontes. Por exemplo:

O documento é monumento. Resulta do esforço das sociedades históricas para impor ao futuro – voluntária ou involuntariamente – determinada imagem de si próprias.” (LE GOFF, 1984, apud ALBERTI, 2005).

Publicidade

Nas referências bibliográficas, deve-se citar apenas o livro de Alberti, pois essa foi a fonte usada na elaboração do texto.

11. AGRADECIMENTOS

Organize os nomes das pessoas e/ou instituições na seguinte ordem: primeiro agradeça aqueles que deram  uma colaboração técnica, depois o apoio financeiro ou material especificando a natureza do auxílio e, finalmente as contribuições intelectuais que não justifiquem autoria.

12. ANEXOS E DEMAIS

Anexos e apêndices são informações completares colocadas no final do artigo. Sua utilização é facultativa. São colocados no final do artigo por terem, em geral, um tamanho maior que inviabiliza incluí-los no corpo do texto. Eles devem ser mencionados no artigo (“ver anexo 1”, “ver apêndice 1”, por exemplo).

Qual a diferença entre anexo e apêndice?

  • Anexo são informações não produzidas pelo autor como, por exemplo, documentos, fotografias, respostas de um questionário, mapas extraídos de outro autor etc.
  • Apêndice são informações produzidas pelo autor como, por exemplo, tabelas, gráficos, mapas mentais, tabulação de resultados etc.

Pode-se incluir, se necessário, um Glossário para esclarecer e dar significado a nomes técnicos.

Outras dicas

  • Comece a escrever pela seção que você se sente mais confortável ou preparado. Lembre-se que a revisão da literatura (tópico 6) é praticamente o coração de seu trabalho e você deve se dedicar a ela antes de sua pesquisa e da redação definitiva. É interessante deixar o resumo (tópico 3) e a introdução (tópico 5) para o final, depois de escrever a revisão da literatura (tópico 6), a metodologia (tópico 7) e o desenvolvimento (tópico 8).
  • Estabeleça uma agenda de trabalho (dia da semana e horário para escrever) e não permita que nada interfira nessa rotina!
  • Desde o início de seu trabalho seguia as regras da ABNT. Deixar isso para o final pode ser estressante e lhe fará perder um tempo precioso que poderia ser utilizado para a revisão final.
  • Na digitação de seu trabalho, use fonte única (tamanho 12) em todo documento e no formato Arial ou Times (ABNT ISO 26300 e ABNT NBR-26300). Veja mais a respeito abaixo.
  • Muita atenção à ortografia, gramática e pontuação! Erros desse tipo são inaceitáveis em artigos científicos.

Para saber mais

Compartilhe

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
2 anos atrás

Estava precisando de umas dicas em relação ao meu TCC, faltam dois anos para concluir o curso. tenho o Tema.. mas falta só a problemática. Veio na hora certa.. suas dicas para me nortear pouco em relação as minhas dúvidas. Obg. Profa. Joelza.

Arlan Oliveira
Arlan Oliveira
2 anos atrás

Realmente esses erros são bastante frequentes. Eu e a maioria das pessoas da minha sala encontramos uma revista que oferece um curso, que particularmente, estamos adorando. Caso alguém precise de ajuda, posso deixar o link do curso aqui: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/cursos/artigo-cientifico/elaborando-artigo-cientifico?ref=O9390883K

Outros Artigos

Últimos posts do instagram

Fique por dentro das novidades

Insira seu e-mail abaixo para receber atualizações do blog: